Qualquer tipo de ‘TNT’ é permitido? Como faço para saber se este material é adequado?

As máscaras cirúrgicas são comumente compostas por 3 camadas independentes de nãotecido: spunbond-meltblown-spunbond. As camadas externas são fabricadas com nãotecido spunbond, que oferece estrutura ao produto, já a camada do meio (ou filtro) é um nãotecido do tipo meltblown que garante a eficiência à filtração. Assim, o material de revestimento ideal, conforme a ABNT NBR 15052, trata-se de um nãotecido que possui, pelo menos três camadas: o filtro, uma camada externa e uma interna, idealmente utilizado para fins de aplicação odonto-médico-hospitalar. 

Dessa forma, não é qualquer tipo de nãotecido que atende a estes critérios. Conforme nota da ABINT (Vide ANEXO I), o spunbond popularmente conhecido como TNT não possui a capacidade de filtração para este tipo de aplicação. 

Para saber se a matéria prima é adequada, é indispensável solicitar do fornecedor uma declaração, laudo ou termo que comprove que o nãotecido é apropriado para este tipo de aplicação, e que atende à ABNT NBR 15052:2004. Embora o fornecedor possa demonstrar, através de declaração, laudo ou termo que o nãotecido é apropriado para o que o fabricante quer, mantém-se com o fabricante a responsabilidade final por usar as matérias-primas adequadas. 

Na falta da capacidade de abastecimento dos nãotecidos do tipo meltblown, a ABNT recomenda a adoção de nãotecidos do tipo SMS, uma vez que estes materiais possuem a mesma estrutura spunbond – meltblown -spunbond de uma máscara cirúrgica tradicional, mas com camadas consolidadas (e não independentes) e produzidas de forma contínua. Para máscaras cirúrgicas, o SMS deve atingir resultados de filtração bacteriológica com eficiência de filtragem de partículas (EFP) ≥98% e eficiência de filtragem bacteriológica (BFE) ≥95%.

No caso de fabricação de vestimentas, ou seja, aventais deve-se seguir a norma ABNT NBR 16064:2016, e no caso de aventais de procedimentos não cirúrgicos deve-se seguir a norma ABNT NBR 16693:2018.

Um entendimento compartilhado entre a Anvisa, ABNT e ABNT/CB-017 – Comitê Brasileiro de Têxteis e do Vestuário, podem ser consideradas equivalentes, do ponto de vista técnico, para fins de aquisição, importação e fabricação, as seguintes normas europeias: 

  1. Para              aventais              e             campos                cirúrgicos:           BS           EN          13795-

1:2019, Surgical clothing and drapes. Requirements and test methods. Surgical drapes and gowns; 

  • Para máscaras: BS EN 14683:2019, Medical face masks. Requirements and test methods. 
0
Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2022 AUMEK