Poste fibra de vidro PRFV

Poste fibra de vidro PRFV

O poste em fibra de vidro vem ganhando mais espaço dentro das concessionárias, principalmente nas regiões norte e nordeste, onde uma parte considerável das instalações é feita por processo manual e também pela deterioração precoce por corrosão.

Para atender esta demanda, os fabricantes de poste de concreto vem se adaptando ao novo mercado de postes em PRFV que é o futuro.

Este novo mercado que se forma no ramo dos compósitos, é assessorado pela pioneira IBCOM – Instituto Brasileiro de Compósitos que tem como fundador o Engº Francisco Carvalho, que desenvolveu software para calculo estrutural aproveitando ao máximo as propriedades mecânicas do material.

A Aumek também desenvolveu um software próprio, para geração de trajetórias em superfícies cônicas que leva em consideração o coeficiente de atrito entre fibra e o mandril ancorando-a de tal forma que não escorregue em ângulos baixos de bobinamento.

Nossa equipe e parceiros, vem desenvolvendo tecnologia 100% nacional, para agregar valor e reduzir os custos de produção dos fabricantes de postes.

 

Poste de concreto x fibra de vidro (PRFV)

 

Inicialmente vamos avaliar a composição do custo do poste em fibra de vidro, isto é:

  • Matéria Prima;
  • Logística;
  • Instalação;
  • Manutenção.

Matéria Prima

O custo de produção de um poste 11 metros 400 dan com 150 kg em PRFV em uma produção de dois turnos, é dado por:

  • Material: valor total do material por poste R$1.199,00
    • 28,5% Resina R$8,00 kg
      • R$342,40
    • 68,5% Fibra de vidro R$ 7,00 kg
      • R$719,25
    • 3% Aditivos  (anti-chama) R$ 28,50 kg
      • R$ 128,25
    • + insumos de limpeza
      • R$ 10,00
  • Mão de Obra: valor total da mão de obra por poste R$20,00
    • 5 pessoas com valor hora/homem de R$12,00. Tempo de produção de 20 minutos por poste.
      • R$ 12,00 * (20/60) * 5 = R$20,00/ poste
  • Máquinas e equipamentos R$49,50
  • Local R$ 4,79
    • Área 20x40m² valor médio mensal de R$6.000,00

Com isto temos um custo de produção de R$ 1.273,29

As licitações poderão ser acompanhadas facilmente no google.

Características

Fibra de Vidro

Madeira

Concreto

Tempo de vida (em anos)

50 a 80*

10 a 20

20 a 25

  1. Preço

R$ 1650,00*

R$ 710,00

R$ 867,00

*valor corrigido

 

Fonte: http://www.mfap.com.br/pesquisa/arquivos/20110207152055-trabalho_702.doc

Custo de produção %

  • Material
  • Mão de Obra
  • Máquinas e equipamentos
  • Instalações

Preço de venda

  • PRFV
  • Madeira
  • Concreto

Logística

 

  • Frete convencional pode transportar 28 postes de concreto, enquanto fibra de vidro 70.
  • A vantagem aumenta principalmente quando o local de instalação é de difícil acesso.

Características

Fibra de Vidro

Madeira

Concreto

Peso

130 Kg

300 Kg

990 Kg

Unidade de Transporte

Carga Fracionada (2,5)

Carga Fracionada (2,5)

Unidade (1)

Cálculo – Custo de Transporte

(Peso x Unid de Transporte)

130 x 2,5

300 x 2,5

1103,50 x 1

  1. Custo de Transporte

R$ 325,00

R$ 750,00

R$ 1103,50

Transporte custo unitario

  • PRFV
  • Madeira
  • Concreto

Instalação

Um poste de concreto necessita de de 8 a 12 pessoas para sua instalação, já um poste em fibra de vidro apenas 4. Em lugares onde o acesso é dificil e impossibilita a instalação mecanizada, o poste em PRFV se torna totalmente competitivo.

O tempo minimo gasto na instalação de um poste manualmente é de 100 min.

  • Preparação do solo:20 minutos
  • Transporte manual do poste ao local de instalação: 15 minutos
  • Amarração:10 minutos
  • Colocar o poste no local 10 minutos

Considerando o valor hora /homem de R$15,00, podemos concluir que o valor de instalação de um poste de concreto é de R$ e em PRFV de R$

CaracterísticasFibra de VidroMadeiraConcreto
Utilização de Funcionários (mão-de-obra x horas x R$/h)4 x 1,5 x 15,00 = 90,006 x 1,5 x 15,00 = 135,0012 x 1,5 x 15,00 = 270,00
Utilização de Caminhão Munck(200,00 x horas)NãoSim, 200 x 4 = 800Sim, 200 x 4 = 800

Instalação

  • Concreto
  • PRFV

Instalação manual concreto 12 pessoas

Instalação manual PRFV 04 pessoas

Instalação mecanizada PRFV

Manutenção

 

Os postes em fibra de vidro tem sua vida útil 3 vezes maior que o poste em concreto, e de certa forma, não que seja viável, possibilita ser reparado.

  • Vida útil: 25 anos para o concreto e 80 anos para o PRFV
  • Reparo: em caso de colisão, o poste de concreto terá que ser trocado, e o em fibra de vidro apenas reparado.

 

Resistência à Corrosão

Não suceptível à corrosão

Mais suceptível à deterioração por efeito de humildade

Suceptível

Resistência ao ataque de pássaros, insetos, fungos.

Não suceptível à corrosão

Baixa resistência

Não suceptível à corrosão

Pintura

Proteção UV

Pintura se necessário

Pintura se necessário

  1. Custo de Manutenção

NENHUM

ALTO

MÉDIO

Vida útil

  • Concreto
  • PRFV

Processo de fabricação do poste em fibra de vidro

O processo de fabricação de um poste em PRFV consistem nas seguintes etapas, são elas:

  1. CAE (Computer-Aided Engineering) Geração do calculo estrutural para determinar o numero de camadas em função do tamanho, classificação de carga e angulo de enrolamento;
  2. CAM (Computer-Aided Manufacturing) Geração da trajetória para o CNC conforme o numero de número de camadas, nesta etapa é gerado código G;
  3. Enrolamento Filamentar – preparação do mandril e enrolamento da fibra;
  4. Cura;
  5. Destaque.

 

 

O que determina a resistência é o angulo do enrolamento e o numero de camadas e para isso a IBCOM – INSTITUTO BRASILEIRO DE COMPÓSITOS desenvolveram um software ESTRUTUCAD com a finalidade de fazer o calculo estrutural.

Assim que o numero de camadas são estipulados passa para o segundo estagio, que é a geração de trajetória código G

Exemplo do arquivo código G

:%1.11 (Aumek v3.1 i=500.0,c=11000.0,DB=385.0,DT=190.0,CP=13000.0)
(Largura da Banda=100.0)
(Roving=242.0 metros/fio)
:G54
:G52 A0
:G64 G90 G94
:G01 Z0 F35000
:Y500.000 Z0.004 F35000
:X226.028
:M00
:G01 G64 G91 G94
:#1 = 10
:WHILE [#1 >= 1 ]
:A 1.001 Y 0.000 X -0.000 Z -0.000 F 10800
:A 1.001 Y 0.000 X -0.000 Z -0.001 F 10800
:A 1.001 Y 0.001 X -0.000 Z -0.001 F 10800
:A 1.001 Y 0.001 X -0.000 Z -0.001 F 10800
:A 1.001 Y 0.000 X -0.000 Z -0.001 F 10800
:A 1.001 Y 0.000 X -0.000 Z -0.000 F 10800
:A 1.001 Y 0.000 X -0.000 Z -0.000 F 10800
:A 1.001 Y -0.000 X 0.000 Z 0.000 F 10800
:A 1.001 Y -0.000 X 0.000 Z 0.000 F 10800
:A 1.001 Y -0.000 X 0.000 Z 0.000 F 10800
:A 1.001 Y -0.000 X 0.000 Z 0.000 F 10800
:A 1.001 Y -0.000 X 0.000 Z 0.000 F 10800
:A 1.001 Y -0.000 X 0.000 Z 0.000 F 10800
:A 1.001 Y 0.000 X -0.000 Z -0.000 F 10800
:A 1.001 Y 0.000 X -0.000 Z -0.000 F 10800
:A 1.001 Y 0.000 X -0.000 Z -0.000 F 10800
:A 1.001 Y 0.000 X -0.000 Z -0.000 F 10800
:A 1.001 Y 0.000 X -0.000 Z -0.000 F 10800
:A 1.001 Y 0.000 X -0.000 Z -0.000 F 10800

Este arquivo é transferido ao comando CNC.

Representação gráfica de um ciclo do código G.

No processo de enrolamento filamentar, os fios de Roving previamente impregnados com resina + aditivos são bobinados sobre a superfície de um mandril cônico.

Fibra de vidro

Roving de fibra de vidro tex 2200

BRUNO MATTOS VARANDAS
Area Sales Manager – GRS/TF Brasil
Av. Brasil, 2567 │ Rio Claro, SP – 13505-600
PHONE   55-19-99625.3839
www.owenscorning.com.br

Resina

Resina Poliester Tereftálica

Evaldo Mota
Account Manager

Ashland Polímeros do Brasil, S/A

Rua Arthur César, 200 – Bairro da Ronda
18147-000  –  Araçariguama  – SP/Brasil
Phone + 55 11 4136 6465
Mobile +55 11 97140 8192
emota@ashland.com

Aditivos

Aditivos Anti Chama: Trióxido de Antimônio:

Decabromo Etano: 23,8 kg

Fornecedor: CHEMTRA:

Selena Mendonça:tel 11-38238775 selena@chemtra.com.br

Escolha do equipamento para fabricação de postes

O numero de eixos da máquina de enrolamento filamentar, determinará o angulo minimo de bobinagem com qualidade.

Máquina de enrolamento filamentar de 2 eixos

Angulo de enrolamento 20° – 90°

Máquina de enrolamento filamentar de 4 eixos

Angulo de enrolamento 15°– 90°

Utilizando software Estrutucad, levantamos os seguintes custos de produção em função do angulo de enrolamento.

 

ÂNGULOESPESSURA mmCAMADASPESO kgCUSTO MAT. PRIMA
1011,79224R$ 1.776,00
1511,79224R$ 1.776,00
201310251R$ 2.030,00
2515,612294R$ 2.344,00
3018,214359R$ 2.827,00

Poste 11 x 600 Dan

A velocidade de avanço do eixo influencia no tempo de produção.

Exemplo 1

Eixo A = 20 RPM

Eixo Y= 1m/s

Tempo para execução de 1 ciclo = 45 segundos

Para produzir uma camada de poste de 11 metros com 9 ciclos = 6′ 30”

 

Exemplo 2

 

Eixo A = 30 RPM

Eixo Y= 1m/s

Tempo para execução de 1 ciclo = 33 segundos

Para produzir uma camada de poste de 11 metros com 9 ciclos = 4′ 58”

O tempo de produção pode ser reduzido com a otimização da velocidade dos eixos .

 

A escolha do software para geração de trajetória também influencia o no consumo de fibra. Neste caso temos que observar bem as opções disponíveis no mercado.

Exemplo 1

Exemplo 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*